Tecnologia do Blogger.
RSS

Esquecimento



Esse de quem eu era e era meu,
Que foi um sonho e foi realidade,
Que me vestiu a alma de saudade,
Para sempre de mim desapareceu.

Tudo em redor então escureceu,
E foi longínqua toda a claridade!
Ceguei... tateio sombras... que ansiedade!
Apalpo cinzas porque tudo ardeu!

Descem em mim poentes de Novembro...
A sombra dos meus olhos, a escurecer...
Veste de roxo e negro os crisântemos...

E desse que era eu meu já me não lembro...
Ah! a doce agonia de esquecer
A lembrar doidamente o que esquecemos...!



  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

3 comentários:

Palavras anônimas... disse...

Olá, a filha de Flávia do salão.
to te add por aki.
beijos.
Ameii seuu bloggerr ;D
fuii!

Du disse...

Oi querida!!!
Manda de novo os teus números pro e-mail do trabalho, quero te ligar amanhã, tá?

Beijão cheio de saudades!

Hapi disse...

hello... hapi blogging... have a nice day! just visiting here....